Parvovirose Animal: conheça a doença que atinge cães e gatos

Parvovirose Animal: conheça a doença que atinge cães e gatos
Parvovirose Animal: conheça a doença que atinge cães e gatos

A Parvovirose Animal é altamente contagiosa e perigosa para cães e gatos.

Os sintomas da parvovirose consistem em: diarreia, fezes líquidas, vômito, perda de peso, desidratação e prostração. Ela atinge o estômago e intestino do pet.

O contágio é feito através do contato com outros animais contaminados e pelas secreções transmitidas, além do compartilhamento de objetos como bebedouros, brinquedos e roupinhas. Pode ser também levado da rua para casa, por meio dos sapatos. A doença ataca filhotes que ainda não tomaram as vacinas necessárias. Por isso, além de evitar o contato com animais já contaminados, ter a vacinação em dia é indispensável.

Tratamento da Parvovirose animal 

Com relação ao tratamento da parvovirose, infelizmente, de acordo com a médica veterinária Lucyanne Soares, “não existe medicação para destruir o vírus. O que nós fazemos é dar condições para que o próprio organismo do pet combata a doença”.

Quanto mais os tutores demorarem para levar o pet ao veterinário, pior será o quadro, deixando o animal mais debilitado e dificultando a recuperação.

Os exames comumente realizados para confirmar a doença são o teste rápido, por meio da coleta de fezes, trazendo o resultado na hora, e o PCR, mais demorado (7 dias para o resultado), porém mais eficaz. É feito pela análise do sangue do animal.

Já a internação pode durar de 3 a 10 dias, em média. “É usado o antibiótico para garantir a prevenção contra infecções oportunistas, que podem ocorrer por causa da queda da imunidade do bichinho”.